Mecânica

Esferómetro que permite medir espessuras de placas até 20 mm e raios de curvatura de lentes côncavas ou convexas. O passo do parafuso é de 0.5 mm e a distância dos pés cerca de 50 mm. A menor divisão da escala vale 0.002 mm.

A máquina de Atwood foi inventada pelo físico Atwood em meados do século XIX. Consiste numa roldana de eixo horizontal em cuja gola passa um fio comprido que sustenta dois corpos de massas iguais, um em cada extremidade. Colocando um dos corpos a nível bastante superior ao do outro, e sobrecarregando aquele com outro corpo de muito menor massa, o sistema move-se na vertical, com movimento uniformemente acelerado cuja aceleraçao, maior ou menor, depende dos valores de massas iguais dos corpos que estão suspensos e da massa do corpo que se adicionou. Para minimizar o efeito de atrito sobre o eixo da roldana, esta apoia-se sobre a periferia das outras quatro roldanas o que permite grande mobilidade da primeira. Permite a determinaçao da aceleraçao dos corpos em movimento e ainda, testar as leis da mecânica.

Dispositivo que data do século XVII. O modelo mediterrânico é um corpo em pedra com quatro a seis metros de altura. No topo do corpo central existe uma calha denominada frechal (viga de madeira ou barrotes onde assenta um telhado), na qual assenta uma cúpula móvel chamada de capelo. No vértice do capelo há um cata-vento. O eixo deste prolonga-se na vertical até ao interior do moinho, onde existe um dispositivo indicador da direcção do vento. Este aparelho, que poupa o esforço humano, utiliza a energia eólica como fonte de energia. No Oriente, teve uma elevada utilização pr?tica no processo de elevação ou de bombagem de água e, no Ocidente, a sua principal função era a da moagem de cereais.

É um tipo de motor de explosão inventado por Félix Wankel, em 1951. Utiliza um rotor em forma de triângulo de lados convexos que gira em torno de uma câmara. A câmara internamente tem o formato de um oito e nela desenvolve-se um verdadeiro ciclo que quatros tempos. Possui um pistão mais ou menos triangular que gira excentricamente em relação ao seu eixo principal – virabrequim. O ciclo de quatro tempos conhecido por ciclo de Wankel que se desenvolve no interior da câmara apresenta as seguintes fases: admissão (azul), compressão (verde), explosão (vermelho), e exaustão (amarelo). Este tipo de motor tem duas vantagens em relação aos motores de pistão convencional, uma vez que apresenta na sua constituição um menor número de componentes e as suas peças sofrem rotações em vez de vibrações (as rotações provocam um menor desgaste das peças).

Apesar dos Egípcios conhecerem esta máquina hidráulica, a sua invenção foi atribuída a Arquimedes por volta de 236 a.C. É constituído por dois tubos independentes: um tubo central exterior oco e um outro colocado no interior. Este último está apoiado de forma a ficar inclinado relativamente à superfície do líquido (água) e tem a extremidade inferior submersa. Através de uma manivela, o conjunto é posto a rodar em torno do seu eixo e a água sobe ao longo do parafuso. Na antiguidade, os Romanos utilizavam este dispositivo em sistemas de irrigação, para retirarem água de minas e os Neerlandeses para drenar os polders, em moinhos de vento. A partir da década de 1970, a Holanda aperfeiçoou esta máquina hidráulica que é actualmente utilizada em todo o mundo não só para elevar grandes caudais a pequenas alturas, como também para bombear esgotos.

Este tipo de pêndulo foi usado por Huyghens em 1657. Na sua constituição existe um cilindro, uma roda dentada que apresenta uma peça em forma de âncora que tem as extremidades recurvadas (dispostas de modo a que os dentes fiquem apoiadas alternadamente sobre cada uma delas). Por acção de um peso, o cilindro gira, e acciona a roda dentada. As oscilações são transmitidas a âncora e à roda sendo periódicas e isócronas. A grande aplicação deste tipo de pêndulo é nos relógios, pois o facto de serem isócronas as oscilações é possível regularizar o movimento dos relógios.

É um dispositivo composto por uma mesa de madeira inclinada, unida por uma charneira a uma outra mesa horizontal que serve de base. Na extremidade oposta à charneira encontra-se uma roldana através da qual desliza um fio onde se suspende um peso que equilibra o corpo apoiado na mesa inclinada. Tem ainda um arco de metal graduado que serve para ler o ângulo que o plano inclinado forma com o plano horizontal. O plano inclinado facilita o levantamento de corpos pois a força a empregar ao corpo a deslocar é menor, mas a distância é maior.