A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

São dois hemisférios justapostos que formam uma esfera oca, inventados por Otto von Guericke, em 1654.
O interior da esfera pode comunicar com o exterior da mesma através de uma torneira; esta por sua vez poderá estabelecer ligação a uma máquina pneumática.
Depois de se extraír o ar do seu interior, fecha-se a torneira e suspende-se a esfera de um tripé apropriado por meio de uma argola existente num dos hemisférios.No hemisfério inferior, suspendem-se pesos de valores crescentes até que os hemisférios se separem, o que permite avaliar a força exercida pelo ar atmosférico sobre o hemisfério inferior.
Este dispositivo permitiu a Guericke conhecer a pressão exercida pela atmosfera.

Aparelho inventado por Daniell, em 1664.
É constituído por um tubo de vidro recurvado duas vezes em ângulo recto e que termina em cada extremidade por uma esfera. Numa das esferas (esfera A) introduz-se um termómetro e éter e a outra (esfera B) é simplesmente coberta por gaze. No pé do aparelho existe um termómetro fixo que dá a temperatura ambiental.
Quando se pretende obter o ponto de orvalho, derrama-se éter sobre a esfera que está envolvida por gaze, verificando-se que a evaporação do éter faz resfriar a mesma. Em consequência do resfriamento, os vapores de éter contidos na esfera B condensam-se e são substituídos por outros vapores vindos da esfera A que acabam também por se condensar. Desta forma, dá-se uma destilação entre as duas esferas; a evaporação do éter na esfera A faz resfriar a esfera B. A partir do momento que se dá o arrefecimento necessário à condensação do vapor de água existente no ar, a esfera A fica baça. O ponto de orvalho será o valor da temperatura dada pelo termómetro que está no interior da esfera A.
Utilizado na determinação da temperatura de condensação ambiental, ou seja, dá a temperatura de um local saturado com vapor de água.