A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Físico, químico, biólogo e médico holandês que nasceu em 8 de Dezembro de 1730, em Breda e faleceu em 7 de Setembro de 1799,em Wiltshire (Inglaterra).
Começou por estudar Latim na escola da localidade onde nasceu. Em Leyden, estudou Medicina, Física e Química, tendo feito a licenciatura e Medicina em 1757.
Em 1779, verificou que, na presença da luz, as plantas emitem bolhas através das suas partes verdes e que à sombra as bolhas emitidas diminuiam até parar. Identificou o gás contido nas bolhas como sendo o oxigénio, verificou que na escuridão, os vegetais libertavam o gás carbónico e concluiu que a quantidade de oxigénio expelido pelas plantas na presença de luz era maior do que a de dióxido de carbono que emitiam na escuridão e ainda que uma parte da massa das plantas vinha do ar e não apenas do solo.
Em 1780 foi um apoiante da Teoria de Franklin sobre a condução eléctrica por metais.
No campo da Electricidade e do Magnetismo, ele inventou máquinas eléctricas com chapa, uma pistola ar com ignição eléctrica, uma bússola para ser utilizada em navios e descobriu que a platina tinha propriedades paramagnéticas.
Foi um opositor à teoria dos fluidos eléctricos e, para isso, realizou experiências com plantas, tendo concluído que a electricidade “positiva” contribuia para o crescimento das plantas, enquanto que a “negativa” provocava o atraso no crescimento das mesmas.
Contribuiu para a descoberta da fotossíntese quando demonstrou que a luz era um elemento essencial para a respiração das plantas.
Em 1785, detectou a existência de um movimento irregular em partículas de carvão à superfície de um líquido (álcool), facto que o conduziu à descoberta do movimento browniano.
A ele também se deve, a inoculação da varíola em pequena quantidade em animais e a inalação de oxigênio em doenças dos pulmões.
Nos ramos da Botânica, Electricidade e Magnetismo realizou vários trabalhos.